Independente de times brasileiros, Fifa 16 é a melhor simulação de futebol do momento

Gustavo Faldon, do ESPN.com.br
Divulgação
Capa do Fifa 16 tem Messi
Capa do Fifa 16 tem Messi

Não é por acaso que o Fifa é a franquia de games de esporte mais vendida ao redor do mundo ano após ano. O novo game da série, o Fifa 16, exemplifica isso.

Para quem gosta de futebol, entende das nuances do jogo dentro de campo, pensa em jogadas, tenta as simular bem parecidas com a realidade e dá valor à inteligência artificial, além de autenticidade, o Fifa 16 é o seu jogo.

Os fãs da série Pro Evolution Soccer devem ser respeitados e o novo game da Konami evoluiu, mas tem certos pontos em que a vitória claramente fica com o Fifa e isso é evidente na nova versão do jogo da EA Sports.

A reação das torcidas, os cânticos das arquibancadas, a variedade de estádios, as licenças dos principais campeonatos do mundo (incluindo a Premier League e todos as suas 20 arenas), além da apresentação como se estivesse em uma transmissão de televisão do próprio Campeonato Inglês ou da Bundesliga estão no Fifa 16 para o deleite dos fãs de futebol.

É inegável também que a presença dos jogadores e times brasileiros estão melhor representadas no PES, com a Libertadores, estádios como Morumbi, Vila Belmiro, Beira-Rio e Maracanã. No entanto, na versão anterior do Fifa os brasileiros não fizeram falta. E não é diferente em 2015.

A adição de seleções femininas demonstra que a EA Sports se importa com quem gosta de futebol e gosta de inovações autênticas, atingindo todos os níveis e gostos do esporte.
Nos modos de jogo talvez esteja o ponto baixo do Fifa 16, já que não há nenhuma grande inovação. No entanto, vale ressaltar que o modo carreira e Ultimate Team tiveram melhoras significativas que aproximam o jogo da realidade.

A física da bola também melhorou, assim como o botão de driblar sem a bola torna uma experiência legal jogar com Messi, por exemplo. O Fifa Trainer faz com que qualquer gamer que nunca tenha jogado a série aprenda a melhor forma.

Os goleiros, grande trunfo do Fifa 15, estão com movimentos mais aperfeiçoados. No entanto, muitas vezes eles continuam parecendo difícil de serem batidos, especialmente em chutes de fora da área. Os arqueiros também não temem nem um pouco sair tocando com os pés mesmo quando estão pressionados pelo atacante. Chega a dar impressão que todos são Rogério Ceni tamanha a qualidade com os pés.

O novo sistema de defesa ajuda o gamer, mas torna o jogo mais truncado e mais realista também, já que não existem mais aqueles espaços gigantes na defesa e você tem que quebrar a cabeça. O game não te dá de graça as jogadas, você tem que cria-las.

Resumo: Fifa 16 não é unanimidade, mas no geral é o melhor jogo de futebol da atualidade, o que mais aproxima, em termos de jogabilidade, o gamer do mundo real. A EA Sports se preocupa com o seu fã, trazendo autenticidade a cada novo título. Nota: 8,5