Após três jogos, campeão do boxe Pacquiao faz sua primeira cesta como jogador de basquete

ESPN.com.br com agência AFP
Getty Images
Basquete filipinas Pacquiao boxe
Pacquiao não conveceu como jogador de basquete e tem sido alvo de críticas

Atual campeão dos meio-médios da Organização Mundial de Boxe, o filipino Manny Pacquiao, finalmente, conseguiu marcar o seu primeiro ponto como jogador profissional de basquete, na noite desta quarta-feira, mas não foi suficiente para diminuir o criticismo a seu respeito.

Pacquiao acertou o segundo de dois lances-livres após sofrer falta aos 11 minutos da partida entre a sua equipe, o Kia Carnival, e o Purefoods Star Hotshots, pela liga profissional filipina. No entanto, o boxeador - jogador mais baixo em quadra (1,69m) - teve dificuldades para acompanhar o ritmo de seus oponentes: ele não conseguiu mais marcar e viu uma tentativa de três pontos passar longe do aro.

"Eu não estou acostumado a este sentimento", reconheceu Pacquiao sobre ter conseguido encestar ao menos uma bola, feito inédito após ter participado de três jogos desde seu draft, em outubro do ano passado.

O time do lutador, do qual ele também é técnico, venceu por 95 a 84, chegando à nona posição no campeonato de 12 times, com dois triunfos e quatro derrotas.

A busca do super-campeão por se tornar um herói nacional tem resultado em suas empreitadas, passando por diversas carreiras. Além de tentar se tornar um jogador profissional de basquete, é um congressista com a pretensão de se tornar presidente das Filipinas, e já se arriscou como cantor e ator.

Apesar de sua popularidade no boxe, o lutador é constantemente "malhado" por sua falta de habilidade nas outras áreas. Atleta do Pureproof, o americano Daniel Orton disse após o jogo que o lutador na quadra era "uma piada".

Paquiao foi o novato mais velho da história a ser draftado pela Associação Filipina de Basquete, aos 36 anos, gerando grande polêmica. "A liga deve ser uma fábrica de sonhos para as crianças. Mas, como pudemos perceber, é possível comprar o seu lugar nela", disse o ex-comissário de basquete amador no país, Chino Trinidad.

Além disso, o boxeador também é criticado por apresentar pouco empenho no cargo político. No último ano, ele participou apenas de 34 sessões no parlamento, onde representa uma província pobre do sul do país.