Paraná afunda o Icasa e praticamente se garante na Série B

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Gazeta Press
Adaílton (a dir.) marcou mais uma vez e deixou o Paraná tranquilo na competição
Adaílton (a dir.) marcou mais uma vez e deixou o Paraná tranquilo na competição

O Paraná Clube conseguiu quebrar o estigma de péssimo visitante na Série B do Campeonato Brasileiro e, em um duelo direto com cara de decisão, bateu o Icasa por 2 a 1, em pleno Estádio Mauro Sampaio, em Juazeiro do Norte. Com a vitória, os paranistas praticamente garantiram sua permanência na segunda divisão em 2015.

Com 47 pontos, o time comandado por Ricardinho chegou à 12ª colocação, oito acima da zona de rebaixamento com dois jogos a fazer, esperando apenas por um tropeço do América-RN para comemorar sem entrar em campo. Já os donos da casa, com 39 pontos, seguem em situação delicada, na 18ª posição.

Em uma partida de muita marcação, a equipe visitante conseguiu aproveitar uma das poucas oportunidades na primeira etapa para abrir o placar, aos 35 minutos, com Thiaguinho, fuzilando após aproveitar sobra de bola. Depois do intervalo, Adaílton, aos 17 minutos, tocou com categoria para fazer o segundo. Lucas Gomes, aos 39 minutos, descontou.

Na próxima rodada, o Icasa enfrenta o Vasco da Gama, sábado, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Já o Paraná Clube terá pela frente o Bragantino, sexta-feira, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

O jogo

Com a cabeça em campo, mas também de olho no restante da rodada, as equipes entraram em campo para um verdadeiro jogo de xadrez, onde um erro poderia ser fatal para os planos de fuga do fantasma da degola. Com isso, o jogo era truncado no meio-campo. Aos cinco minutos, Adaílton recebeu com liberdade na área, mas o árbitro parou o lance para marcar impedimento.

Os donos da casa apareceram pela primeira vez aos 12 minutos, com Nilson, que pegou sobra de bola, na cara do gol, mas não contava com a recuperação precisa da zaga paranista. Boa chegada do Tricolor, aos 17 minutos, primeiro com Adaílton, que acertou a defesa e, na sobra, com Lúcio Flávio, que também carimbou a marcação. Aos poucos o time visitante começou a tomar as ações do jogo. Aos 23 minutos, Thiaguinho arrematou e Busatto defendeu.

Mais Paraná no ataque, aos 25 minutos, com Adaílton, que recebeu na área e chutou por cima da meta, isolando a bola. Na resposta, Marco Tiago subiu mais do que a defesa paranista e testou pela linha de fundo, raspando a trave. Até que, aos 35 minutos, Thiaguinho, o meia-atacante do momento no Paraná, aproveitou sobra de bola após cruzamento, tirou a marcação e chutou para o fundo das redes.

Para a etapa final, o Icasa retornou com Júnior no lugar de Rodrigo Vítor, aumentando o poder ofensivo. Com a bola rolando, a postura da equipe cearense era mais ofensiva. Aos seis minutos, Lucas cobrou falta na cabeça de Nilson, que desviou pela linha de fundo. Aos 11 minutos, mais uma testada firme de Nílson, esta para grande defesa de Marcos, que operou um milagre em Juazeiro do Norte.

Os donos da casa foram para frente, mas também deixam espaço, e aproveitar uma bola para matar o jogo passou a ser o objetivo tricolor. Aos 15 minutos, em contra-ataque rápido, Leandro Vilela arriscou o chute e Busatto colocou para escanteio. Mas, aos 17 minutos, Adaílton, o homem dos gols bonitos, recebeu na entrada da área e tocou por cima de Busatto para fazer um golaço.

O segundo gol diminuiu os ânimos dos cearenses que, com a derrota, caminhavam para um final de competição tenso. Aos 27 minutos, Júnior Barros dividiu com o goleiro Marcos e os jogadores paranistas não gostaram da entrada. Aos 35 minutos, Júnior Barros chutou de longe, a bola desviou em Alef e saiu em escanteio. Quando muitos torcedores já deixavam o estádio, Lucas Gomes, aos 39 minutos, descontou. O jogo ficou nervoso, com o Paraná perdendo Alef e Thiaguinho expulsos. Do outro lado, Carlinhos foi mais cedo para o chuveiro. Mas, mesmo com seis minutos de acréscimos, a reação dos mandantes parou por aí.