Em clássico de golaços, Everton busca empate com Liverpool nos acréscimos

ESPN.com.br
Veja os gols de Liverpool 1 x 1 Everton pelo Campeonato Inglês

O roteiro era perfeito: vitória no clássico e com gol do maior ídolo. O problema é que ninguém ‘combinou' com Jagielka. Com um golaço do zagueiro, o Everton buscou o empate por 1 a 1 com o Liverpool nos acréscimos da etapa final com o Liverpool em Anfield Road neste sábado. Gerrard, com uma belíssima cobrança de falta, havia aberto o placar na partida válida pela abertura da sexta rodada do Campeonato Inglês.

Dessa forma, os Reds tropeçam pela terceira vez consecutiva na competição, já que vinha de derrotas para Aston Villa e West Ham. A equipe fica com sete pontos, distante dos líderes e do G-4. Já os Toffees chegam a seis pontos na tabela.

Mesmo com o gosto de vitória, o Everton tem muito a lamentar, já que completa exatos 15 anos sem vencer em Anfield Road. O seu último triunfo no estádio do rival ocorreu em 27 de setembro de 1999. Desde então, foram sete triunfos dos mandantes e nove empates, contando com a partida deste sábado.

Além disso, contando todas as partidas, o Everton não bate o maior rival há nove duelos (quatro derrotas e cinco empates). O último triunfo dos Toffees ocorreu em outubro de 2010, quando superou o rival por 2 a 0, em casa, pela Premier League.

Pela próxima rodada do Campeonato Inglês, o Liverpool voltará a atuar em Anfield Road, onde receberá o West Bromwich, no sábado, às 11h (de Brasília). Um dia depois, o Everton irá ao Old Trafford para encarar o Manchester United, às 8h.

Antes, as duas equipes terão compromissos por competições continentais. Na quarta-feira, o Liverpool enfrentará o Basel na Suíça, às 15h45. No dia seguinte, o Everton duelará com o Krasnodar na Rússia, às 13h.

Getty
Gerrard, mais uma vez, trouxe alegria ao torcedor do Liverpool
Gerrard, mais uma vez, deu uma alegria ao torcedor do Liverpool, mas não os três pontos

O jogo

Logo com oito minutos de bola Rolando, Sterling teve um chute bloqueado pelo braço de Barry, que não estava junto ao corpo, dentro da área. Os jogadores dos Reds pediram o pênalti, mas o árbitro Martin Atkinson mandou o jogo seguir. O que pode causou ainda mais discussão é que o volante já havia recebido um cartão amarelo ainda com dois minutos e poderia ter sido expulso.

Polêmica à parte, o Liverpool, que não contou com o lesionado Sturridge, exerceu o favoritismo ao longo dos 90 minutos e teve um domínio territorial maior do que o adversário e criou algumas chances no primeiro tempo, mas nenhuma ótima oportunidade e, assim, não conseguiu tirar o zero do placar.

Na volta do intervalo, os mandantes seguiram melhores e abriram o placar graças ao talento de Gerrard. Em falta sofrida por Balotelli na entrada da área, o capitão cobrou com precisão sobre a barreira, e Howard chegou a tocar na bola, mas não pôde evitar que o placar fosse aberto aos 20 minutos.

Logo na sequência, o time da casa quase ampliou a vantagem. Sterling cruzou da esquerda, e Balotelli, bastante participativo no jogo, acertou o travessão.

No restante da partida, o Liverpool administrou bem a vantagem, não correu riscos e, assim, mantinha a freguesia do rival com tranquilidade. Porém, quando parecia que o clássico estava resolvido, Jagielka aproveitou rebote, em uma das raras chances do Everton, soltou uma bomba de fora da área no ângulo esquerdo da meta defendida por Mignloet.