Brasil confia em vitória diante da Espanha indefinida na Copa Davis

ESPN.com.br
Gazeta Press
Bellucci venceu Giraldo por 2 a 1
Bellucci é o principal jogador de simples do Brasil e 83° do ranking mundial

Brasil e Espanha, que se enfrentam pelo playoff da Copa Davis, entre os dias 12 e 14 de setembro, concederam entrevista coletiva nesta terça-feira, no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. O sorteio da ordem dos jogos será realizado na quinta-feira, às 11h, no Prédio Central dos Correios, no Centro de São Paulo.

Os jogadores brasileiros Thomaz Bellucci, Rogério Dutra Silva, Guilherme Clezar, Bruno Soares e Marcelo Melo e o capitão João Zwetsch acreditam que o Brasil pode surpreender o país pentacampeão do torneio.

"A Espanha continua favorita com a equipe que trouxe, mas o Brasil tem uma chance. Temos isso claro entre a gente. Temos que fazer o dever de casa e entregar tudo no final de semana. Sem dúvida nenhuma, o fato de a Espanha estar com uma equipe diferente dá uma motivação maior e o confronto se torna bastante ganhável", declarou Soares, bicampeão do US Open nas duplas mistas.

Principal jogador de simples da equipe brasileira, Thomaz Bellucci comentou: "Estou otimista com as últimas partidas, jogando melhor e me sentindo bem dentro da quadra. Todos viram contra o Wawrinka e o Nicolas Mahut que consegui render mais. As condições (em São Paulo) são diferentes, mas já tive bons resultados aqui, neste ano também", comentou o número 83 do ranking da ATP.

O capitão Zwetsch acredita que a Espanha escalará Roberto Bautista Agut e Pablo Andujar no primeiro dia de jogos, na sexta-feira, para poupar Marcel Granollers. "Quando o time tem opções de mudança e pode manejar sua equipe de várias formas, precisamos estar preparados para todas elas", afirmou Zwetsch.

O espanhol Carlos Moyá só tem uma definição até agora: Bautista Agut jogará simples na sexta-feira, assumindo a condição de número 1 do país no confronto. "O meu maior objetivo é ajudar os companheiros. Venho atuando muito bem nos últimos meses e estou com muita disposição de jogar bem aqui no Brasil", disse Bautista Agut, número 15 do ranking da ATP.

Moyá não pode contar com Rafael Nadal, David Ferrer ou Tommy Robredo, mas está feliz com o time que veio a São Paulo. "Os cinco que estão aqui deram um passo à frente, apoiaram a equipe e são capacitados para ganhar esta eliminatória", completou o comandante espanhol, que conta com Bautista Agut, Andujar, Granollers, Marc Lopez e David Marrero.