Sonnen explica motivo pelo qual nunca acreditou em luta com Wand: 'Eu treinava, ele bebia'

Igor Resende e José Edgar de Matos, de São Paulo (SP), para o ESPN.com.br
Getty
Sonnen diminuiu o tom, mas fez suas últimas provocações a Wanderlei Silva
Sonnen diminuiu o tom, mas fez suas últimas provocações a Wanderlei Silva
A polêmica sobre o cancelamento da tão esperada luta entra Chael Sonnen x Wanderlei Silva teve seus últimos momentos na tarde desta sexta-feira. Pelo menos para o americano. Sempre falastrão, o lutador do Oregon explicou, em entrevista concedida no Ginásio do Ibirapuera, o motivo pelo qual sempre menosprezou a chance de encarar o ‘Cachorro Louco'

LEIA MAIS
Torcida de Chael Sonnen é censurada por funcionário do UFC em SP
Filho de Maldonado rejeita colo de ring girl e 'protagoniza' pesagem do UFC
Dana diz que Wanderlei fugiu de exames pela porta dos fundos; brasileiro se explica
Finalista do TUF abriu mão de Bolsa Atleta e 'brigou' em casa para seguir passos de Lyoto
Arte marcial própria e até treino com ursos: russos invadem UFC e podem 'suceder' o Brasil

"Eu estava treinando, e ele no bar bebendo. Wanderlei nunca esteve dentro da luta. O
TUF é realmente um training camp. Tem um torneio rolando, mas é um training camp, o melhor training camp, com os melhores treinadores e os melhores lutadores. E ele não treinou por lá! Desde janeiro do ano passado ele estava saindo de suas lutas. Nós não somos amigos e ninguém queria perder essa luta", disse Chael Sonnen.

Sonnen compareceu ao Ginásio do Ibirapuera para uma sessão de autógrafos. O americano levou bom público ao local, considerando o horário, e mostrou simpatia, inclusive para falar sobre Wanderlei Silva. O jeito irônico do falastrão lutador americano marcou o ‘fim da polêmica'.

"Essa luta nunca, nunca ia acontecer. Eu perguntei se ele ia aparecer e ele disse: ‘Vamos lá'. Ele disse três vezes. Eu disse para o Dana que esperava ele estivesse ouvindo, porque Wand não ia aparecer", disse Chael, antes de novamente relacionar Wanderlei ao uso de substâncias proibidas.

"Sempre soubemos que ele era suspeito. Cada vez que víamos ele, sempre estava menor, cada vez menor (tamanho do corpo). Todos que lutavam com ele diziam que ele estava sujo. Falei com um desses caras hoje - possivelmente Brian Stann, presente no Brasil para o evento - e esse era o sentimento dele", afirmou.

Desde anunciado TUF 3, Chael Sonnen levantou suspeitas sobre a idoneidade profissional de Wanderlei Silva. O americano, do jeito irônico pelo qual ficou conhecido, por diversas vezes afirmou que o combate jamais aconteceria; e voltou a repetir isso nesta sexta.

"Por um pequeno momento, eu achei que ele iria lutar. Ele estava na Califórnia com Rafael Cordeiro (treinador de Wanderlei Silva) e parecia que ele ia treinar, mas então ele voltou para Vegas e não tinha nenhum lugar para ele se preparar lá", argumentou Sonnen, a fim de encerrar o assunto.

"Eu já lutei com Wanderlei, infelizmente não dentro do ringue. Agora vou lutar com Vitor (Belfort)", encerrou, relembrando o confronto entre os dois no programa e já mentalizando o próximo adversário, anunciado pelo UFC na última quarta-feira.

Publicidade