Escudeiro de Felipão interrompe Parreira, elogia Bélgica e até 'desafia' jornalista

ESPN.com.br
Veja trechos da entrevista de Murtosa nesta segunda-feira

Mesmo ao ser escalado para entrevistas coletivas, Murtosa pouco costumava falar. Por vezes, passava a resposta para o companheiro da comissão técnica que estivesse ao lado. Neste segunda-feira, na apresentação da seleção brasileira em Teresópolis , foi diferente. O auxiliar técnico de Luiz Felipe Scolari fez elogios à Bélgica ao ser perguntado sobre um azarão na Copa do Mundo, interrompeu o coordenador técnico Carlos Alberto Parreira para avaliar o possível caminho do Brasil até o título e questionou a formação dos jogadores brasileiros no país.

LEIA MAIS
Com Marcelo, seleção fica completa e mais 'feliz' nesta terça-feira
Dos pés aos dentes e com algumas caretas, atletas da seleção passam por exames
Parreira concorda com crítica de Filipe Luís a Felipão: 'O critério é não ter critério'

Além de ser mais participativo do que em outras ocasiões, Murtosa se posicionou quando discordou de afirmações dos jornalistas e disse que o título de 1950 não foi conqusitado em casa pelo Brasil por conta do clima de "já ganhou".

O auxiliar trabalha com Scolari desde 1982, inclusive na conquista do pentacampeonato em 2002 e na quarta colocação no mundial de 2006 com Portugal.