Dia Mundial de Bike ao Trabalho 2014 - dicas para participar | Bike é Legal`

Enzo Bertolini, do Vá de Bike

HOME Bike é Legalclique no header para voltar a home

Pelo segundo ano consecutivo, o Bike Anjo lança a campanha "De Bike ao Trabalho", iniciativa que quer estimular o uso da bicicleta como principal veículo de deslocamento para o trabalho. A expectativa é que no dia 9 de maio pessoas de todo o Brasil possam utilizar a bicicleta para fazer esse deslocamento.

De Bike ao Trabalho
De Bike ao Trabalho, dia 9 de maio
De Bike ao Trabalho, dia 9 de maio

O movimento começou nos Estados Unidos, em 1956, organizado pela League of American Bicyclists. No Brasil, 2013 foi o primeiro ano da ação em âmbito nacional, com grande impacto e 44 atividades realizadas.

Como se envolver

No site do "De Bike ao Trabalho" há informações sobre como aderir. No espaço há materiais educativos e orientações básicas para ajudar aos interessados. Também é possível ver modelos de cartas destinadas aos empresários e poder público para sensibilizá-los da importância de apoiar o usuário de bicicleta.

Quem quiser se aventurar e não tem o hábito de pedalar pode contar com o apoio de um Bike Anjo. Um ciclista experiente irá lhe orientar sobre as melhores práticas para um pedal seguro e agradável nas ruas.

Antes de começar, siga essas dicas importantes:

Revisão - Deixe sua bike em ordem. É melhor se prevenir para não ter um problema no trajeto.
Percurso - Defina o caminho de maneira antecipada, para ir por ruas mais tranquilas e agradáveis de se pedalar.
Trabalho - Converse com os superiores na empresa para verificar a possibilidade de guardar sua bicicleta com segurança e se há algum local para se trocar ao chegar.
Bagagem - Arrume sua mochila ou alforge com antecedência. Leve uma toalha, desodorante e, se achar necessário, uma troca de roupa e calçado. Se for levar roupa social, a camisa pode ser levada dentro de uma pasta para não amassar.
Tranquilidade - A experiência tem que ser prazerosa, por isso saia com antecedência, vá com calma e, se não se sentir seguro em algum trecho, desmonte e empurre. Ao pedalar com tranquilidade você vai transpirar menos e sua experiência com a cidade será potencializada. Use sinalização noturna e equipamentos de segurança.
Interaja - Aproveite a experiência para se envolver com coletivos de mobilidade por bicicleta e pessoas que utilizam a magrela como principal meio de transporte.