Náutico anuncia venda de Douglas Santos para o Granada, da Espanha

ESPN.com.br com Agência Gazeta Press

 

Divulgação
Douglas Santos vai defender o Granada
Douglas Santos vai defender o Granada

Cobiçado por grandes clubes do futebol brasileiro, o lateral esquerdo Douglas Santos vai jogar no futebol espanhol. Após fortes especulações durante o fim de semana, o Náutico anunciou, nesta segunda-feira, que o jovem de 19 anos assinou sua rescisão e foi vendido para o Granada, da Espanha.

"A negociação já se arrastava há alguns dias, mas na sexta-feira ela começou efetivamente a criar corpo. Ele está indo para o Granada e por isso pedimos que não jogasse no sábado, contra a Ponte Preta. Terá que fazer exames médicos e queríamos evitar contusões", declarou o presidente do clube, Paulo Wanderley, em entrevista coletiva.

Os valores da transferência não foram divulgados, mas, pelo discurso do mandatário, não foram os esperados pelo clube time pernambucano.

"Foi uma negociação justa. Queríamos algo melhor, mas foi o possível e dentro da possibilidade foi boa para todas as partes. Não podemos divulgar valores, mas no balanço do clube será divulgado", afirmou.

Revelado pelo Náutico em 2011, o jovem Douglas Santos se destacou no Campeonato Brasileiro do ano passado. Com três gols em 43 jogos vestindo a camisa alvirrubra, o lateral esquerdo foi presença constante nas convocações do técnico Alexandre Gallo para a seleção brasileira sub-20. Além disso, esteve presente na lista de Luiz Felipe Scolari para o selecionado principal que disputou amistoso com a Bolívia, no início de 2013.

Alguns meses depois e com sua venda para uma equipe da primeira divisão espanhola já acertada, Douglas credita a sua saída às partidas com a camisa amarelinha.

"Acho que minha ida para jogar o torneio de Toulon foi uma das melhores chances que tive para ser contratado. É um torneio onde vários jogadores consagrados já jogaram e acho que foi uma grande oportunidade para mim. Quero agradecer também ao Gallo, que sempre me deu chances aqui no Náutico e também na seleção", disse.

Além disso, se mostrou contente por jogar na Europa. "Estou muito feliz. Todo mundo tem o sonho de jogar na Europa e eu estou conseguindo isso cedo. Vou continuar fazendo o meu trabalho como vinha fazendo aqui no Náutico para ser feliz lá", disse, antes de revelar que um dia pretende voltar ao Náutico.

"Quero agradecer à torcida pela força e ao presidente Paulo Wanderley, que desde o primeiro contrato foi correto comigo. Espero um dia voltar aqui e ser feliz de novo", encerrou.

Publicidade