21/06/2013
21h20

Basquete

Kobe Bryant causa histeria no Ibirapuera e presta reverência a Oscar: 'Uma lenda'

Por ESPN.com.br com Agência Gazeta Press

 

Gazeta Press
Kobe fez muitos elogios ao 'ídolo' Oscar
Kobe fez muitos elogios ao 'ídolo' Oscar

Uma pequena quadra montada ao lado do Museu Afro Brasil no Parque do Ibirapuera reuniu, nesta sexta-feira, a atenção dos fãs brasileiros de basquete. A presença de Leandrinho, Anderson Varejão e Oscar Schmidt em um mesmo evento já justificaria a grande aglomeração de pessoas que se formou no local nesta tarde, mas todos estavam ali esperando uma outra aparição: Kobe Bryant, astro do Los Angeles Lakers.

A estrela da NBA, considerada um dos maiores nomes da história da modalidade, faz neste fim de semana sua primeira visita ao Brasil e foi ao Ibirapuera para participar de um evento de seu patrocinador. Enquanto esteve na quadra, sem jogar porque está se recuperando de uma cirurgia no tendão de Aquiles, o ala manteve o sorriso no rosto e recebeu como recompensa a histeria dos fãs.

Kobe Bryant, que iniciou seu dia participando da inauguração de uma loja em São Paulo, apareceu na quadra montada no Ibirapuera sob chuva de papel picado e teve seu nome gritado incessantemente pelo público que se amontou na pequena arquibancada. Na quadra, garotos que participavam de uma clínica pareciam não acreditar que estavam a poucos passos de um dos maiores ídolos da história do basquete.

Mas não foram apenas eles que tietaram Kobe. Até mesmo os jogadores da seleção brasileira de novos, equipe nacional sub-23, aproveitaram a oportunidade de ficar ao lado da estrela dos Lakers e tiraram fotos utilizando seus celulares. Além de comandar uma atividade dentro da clínica, o norte-americano foi jurado de um concurso de enterradas.

Conversou com Leandrinho, Varejão e Oscar animadamente. Sempre que pôde, manteve à mão uma bola de basquete.

Kobe utilizou o microfone oficial do evento para explicar as regras do jogo que propôs para os garotos da clínica, mas também para prestar reverência a um de seus maiores ídolos: Oscar Schmidt. Filho de um jogador profissional de basquete, o camisa 24 dos Lakers foi criado na Itália, onde seu pai jogava e o brasileiro era uma das maiores estrelas do campeonato.

"O jogador número 1 para mim, o meu grande ídolo, é aquele cara logo ali, Oscar", disse, fazendo o público no Ibirapuera aplaudir com força e gritar. "Eu cresci vendo ele jogar contra o meu pai. Sempre o chamei de 'La Bomba', sempre foi uma lenda que eu respeitei e estou ansioso para poder encontrá-lo", afirmou mais cedo o norte-americano.

Durante o evento no Ibirapuera, Kobe Bryant mostrou que os elogios ao ex-jogador não foram apenas para ser vistos com simpatia pelo público nacional. O norte-americano colocou em seu Twitter uma foto do encontro com o brasileiro, com quem conversou animadamente e em quem deu seguidos abraços com amistosos tapas nas costas.

Após uma das saudações, Kobe ainda ficou com a mão em volta do pescoço de Oscar longamente, enquanto sorria por encontrar o ídolo brasileiro, que também não fez questão de esconder a satisfação pelo momento. O norte-americano também se mostrou preocupado com o estado de saúde de Oscar, que luta contra um câncer no cérebro.

"Ele cresceu me vendo jogar e eu bati no pai dele um monte de vezes", disse aos risos. "Então é um orgulho muito grande que o melhor jogador de basquete me tenha como ídolo. Sou muito feliz por isso. Uma coisa incrível, ele é um menino que cresceu me vendo jogar na Itália, é uma satisfação enorme", afirmou Oscar.

Avalie essa notícia
  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5