Tempo Real

Veja quais técnicos conquistaram o Brasil, a América ou o mundo durante a 'seca' de Luxemburgo

ESPN.com.br
Divulgação
Luxemburgo observa Gre-Nal válido pelo Gaúcho
Vanderlei Luxemburgo está desde 2004 sem título de expressão nacional ou internacional
Vanderlei Luxemburgo parou no tempo, pelo menos com relação aos grandes títulos em sua carreira. Se nos anos 1990 e no começo do século XXI ele era figura carimbada na lista de conquistas, agora o atual técnico do Grêmio vive uma seca de nove anos sem taças a nível nacional e internacional.

O último grande torneio vencido por Luxemburgo foi o Campeonato Brasileiro de 2004, à frente do Santos. Desde então, o treinador conquistou cinco títulos, todos estaduais: Paulistão com Santos (2006 e 2007) e Palmeiras (2008), Mineiro com o Atlético (2010) e Carioca pelo Flamengo (2011).

Até 2004, o ex-jogador do Flavenceu por cinco vezes o Brasileirão, em duas oportunidades o Torneio Rio-São Paulo, uma Copa do Brasil, seis estaduais e uma Copa América com a seleção. Nesse espaço de nove anos, 14 técnicos aproveitaram seu jejum para conquistar o Brasil, a América ou o mundo.

Em 2005, por exemplo, Vagner Mancini levou o pequeno Paulista ao título da Copa do Brasil. Já Paulo Autuori foi campeão da Libertadores e do Mundial pelo São Paulo, enquanto Antônio Lopes e o Corinthians se consagraram como campeões brasileiros. No ano seguinte, Ney Franco conquistou a Copa do Brasil pelo Flamengo, Abel Braga ganhou a América e o mundo com o Internacional, e Muricy Ramalho iniciou sua dinastia no Brasil com o São Paulo: tri brasileiro de 2006 a 2008.

Renato Gaúcho ganhou a Copa do Brasil de 2007 pelo Fluminense. No ano seguinte, Tite levou o Inter ao título da Copa Sul-Americana, e Nelsinho Baptista ganhou a Copa do Brasil com o Sport.

2009 garantiu mais um título brasileiro a Andrade, o primeiro como técnico, pelo Flamengo; já Mano Menezes ganhou a Copa do Brasil com o Corinthians. Na temporada seguinte, Dorival Júnior se sagrou campeão da Copa do Brasil com o Santos, Celso Roth deu ao Inter o segundo título continental, e Muricy encerrou os 16 anos de fila do Fluminense no Campeonato Brasileiro.

Há dois anos, Ricardo Gomes e o Vasco foram os vencedores da Copa do Brasil, Muricy quebrou outro tabu, agora de 48 anos, pelo Santos na Libertadores, e Tite levou o Brasileiro pelo Corinthians.

E em 2012, novamente com Tite, o Corinthians ganhou pela primeira vez a América e pela segunda o mundo, Ney Franco conseguiu a Copa Sul-Americana com o São Paulo, Luiz Felipe Scolari voltou a ganhar um título de expressão pelo Palmeiras (Copa do Brasil), e Abel foi campeão brasileiro pelo Flu.
Publicidade

Siga aESPNnas redes sociais