Em carta, Itanhangá Golf Club revela que não foi procurado para sediar Olimpíada-2016

Felipe Lyra, do Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br
A reportagem do ESPN.com.br teve acesso a uma carta do Itanhangá Golf Club revelando que o local não foi procurado sobre a possibilidade de ser a sede do golfe na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro. A notícia vem no dia em que a Câmara dos Vereadores votará a desapropriação de uma parte da Área de Proteção Ambiental (APA) de Marapendi, na Barra da Tijuca, para a construção de um novo campo especificamente para os Jogos do Rio.

Divulgação
Campo de golfe do Itanhangá, no Rio de Janeiro
Campo de golfe do Itanhangá, no Rio de Janeiro
Entenda o caso
Entregue à Câmara, o PLC 113 propõe a desapropriação de uma área de 58 mil metros quadrados da APA de Marapendi para a construção de um novo campo de golfe para as Olimpíadas de 2016. O projeto, que não foi discutido em audiências públicas, será votado na tarde desta quinta-feira (20), quando uma sessão extraordinária definirá, em última discussão, a sua aprovação ou não.

Os opositores do projeto, que conta com o apoio expresso do pefeito Eduardo Paes, alegam que a medida é desnecessária, visto que o Itanhangá Golf Club, área renomada entre os praticantes do esporte no Rio de Janeiro, poderia ter plenas condições de atender às exigências olímpicas, ou ao menos precisaria de menos ajustes. 

Em meio às discussões, o vereador Carlo Caiado (DEM) enviou, ainda em maio deste ano, um ofício ao clube questionando se ele teria, de fato, condições de sediar as partidas de golfe em 2016. Em resposta, o presidente do local afirmou que não foi procurado por nenhum órgão ligados aos Jogos Olímpicos, mas que em princípio haveria, sim condições de receber a competição.

Felipe Lyra / ESPN.com.br
Documento
Carta do vereador Carlo Caiado ao Itanhangá Golf Club
Confira os documentos na íntegra:

"Senhor Presidente

Em virtude das dúvidas apresentadas em recente reunião na Câmara Comunitária da Barra da Tijuca, onde foi explanado o projeto do campo de golf que será construído para atender aos Jogos Olímpicos de 2016, algumas questòes surgiram nesse debate e considero pertinente repassar ao Itanhangá Golf Club, de grande importância não só para a Cidade, mas também para o esporte.

1 - O Itanhangá Golf Club foi sondado por algum órgão envolvido na organização dos Jogos Olímpicos de 2016 sobre a possibilidade do loca sediar o Golf Olímpico?

2 - O Itanhangá Golf Club tem condições de atender as exigências estruturais para sediar as competições de golfe nos Jogos Olímpicos de 2016?

3 - Caso tivesse que se adaptar ou fazer algum tipo de intervenção, o Itanhangá Golf Club conseguiria executar estas intervenções de adequação sem auxílio de recursos públicos?

4 - O Itanhangá Golf Club, caso fosse procurado, aceitaria sediar a modalidade de golf nos Jogos Olímpicos de 2016?

Na certeza de encontrar o acolhimento para a demanda que se apresenta, aproveito para apresentar protestos de elevada estima e consideração.

Atenciosamente,

Vereador Carlo Caiado
2º vice Presidente"

Felipe Lyra / ESPN.com.br
Documento 2
Resposta do presidente do Itanhangá ao vereador
"Excelentíssimo Senhor,

Em atenção ao Ofício OF-GVCC número 219/2012, através da qual Vossa Excelência formula algumas perguntas acerca da realizaçào das Olimpíadas de 2016, temos a satisfação de transmitir-lhes as seguintes informações, na sua ordem:

1 - O Itanhangá Golf Club NÃO foi sondado por órgão envolvido na organização dos Jogos Olímpicos de 2016 sobre a possibilidade de sediar o Golf Olímpico.

2 - Em nossa opinião, o Itanhangá Golf Club tem SIM condições de atender as exigências estruturais para sediar as competições de golfe dos Jogos Olímpicos de 2016.

3 - O Itanhangá Golf Club, caso tenha que se adaptar ou fazer algum tipo de intervenção de adequação, neste momento, infelizmente, dada a exiguidade de prazo, NÃO teria condições de executá-la sem o auxílio dos recursos públicos.

4 - O Itanhangá Golf Club, caso tivesse sido procurado, aceitaria SIM sediar a modalidade de golfe nos Jogos Olímpicos de 2016.

Na expectativa de termos oferecido a Vossa Excelência os esclarecimentos solicitados sobre a matéria, continuaremos ao seu inteiro dispor.

Atenciosamente,
Alberto Fajerman
Presidente".