Tempo Real

Derrota do Barça no Espanhol não engana santistas para o Mundial

ESPN.com.br com Agência Gazeta Press

Depois de empatar com o Bahia neste domingo, o pensamento do Santos finalmente fica 100% direcionado para o Mundial de Clubes da Fifa, torneio que se inicia no dia 14 de dezembro para o clube brasileiro. O time já entra na semifinal do torneio contra um adversário ainda indefinido, mas o grande algoz é mesmo o Barcelona, possível adversário da decisão.

O curioso é que no último sábado o Barcelona viu sua primeira derrota no Campeonato Espanhol diante do Getafe, por 1 a 0, resultado que poderia inspirar o Santos a derrotar o imbatível clube catalão no Mundial. Os santistas, no entanto, rechaçam que o time tenha ficado iludido com este resultado que deixou o Real Madrid com seis pontos de vantagem na liderança da competição.

O técnico Muricy Ramalho é categórico. "Esse tipo de resultado não me engana. Vamos entrar em campo e nos doar mais de 100% para tentar ganhar do Barcelona, que é o grande favorito", disse o comandante, antes de lembrar da existência da semifinal: "É claro que precisamos passar primeiro do Monterrey-MEX, ou do time da Nova Zelândia (Auckland City) ou do campeão japonês, que a gente acha que vai ser o Kashima Reysol, pois já vimos umas partidas deles. Esse primeiro jogo vai ser pedreira, precisamos pensar muito".

Já para o atacante Neymar, o importante é descansar até o dia cinco de dezembro, data do embarque para o Japão: "Agora temos que aproveitar a família nesses oito dias para então focar muito no Mundial. Esse é o grande objetivo das nossas vidas e vamos com tudo para passar da semifinal e trazer a terceira estrela para a Vila Belmiro".

A tensão do último compromisso com todos os titulares em campo foi embora, pois que ninguém mais além de Adriano se lesionou e tem o risco de ser cortado da lista. O grupo já está fechado e, na visão de Muricy, com jeito de vencedor.

"A gente chega bem. É um torneio de dois jogos, tudo pode acontecer. O Barcelona é o favorito, mas sempre que houve um favorito muito grande, houve surpresa. Esse é um grupo iluminado, vencedor. A gente acredita em algumas coisas no futebol e vamos com esperanças", comentou o técnico do Peixe, cheio de esperança.

Publicidade

Siga aESPNnas redes sociais