Puma lança 'pacotão' de camisas de 7 seleções; veja todas

ESPN.com.br

Congelado, Hofman conta as reações e medos de Tite após o sorteio e destrincha adversários brasileiros

Puma apresentou na última terça-feira um "pacotão" com camisas de sete seleções, que serão inclusive vendidas no Brasil. Uruguai, Áustria, Camarões, Costa do Marfim, Itália, República Tcheca e Suíça foram as equipes que tiveram suas novas vestimentas apresentadas de maneira oficial pela fornecedora alemã.

Confira todas:

  • Itália
Divulgação
[]
  • Uruguai
Divulgação
[]
  • Suíça
Divulgação
[]
  • Camarões
Divulgação
[]
  • Costa do Marfim
Divulgação
[]
  • República Tcheca
Divulgação
[]
  • Áustria
Divulgação
[]

No Brasil, todas as camisas em versão adulta estarão disponíveis a partir desta quarta-feira exclusivamente no site Futfanatics por R$ 249,90. As seleções de Camarões, Costa do Marfim, Itália e Uruguai também têm versões infantis.  

Adidas lança novas camisas pré-jogo de Real Madrid, United, Bayern e Juventus feitas de plástico reciclável

ESPN.com.br
'O São Paulo conversa de forma oficial com duas empresas: Adidas e New Balance', diz Nicola

A Adidas apresentou nesta sexta-feira as novas camisas pré-jogo dos gigantes Real Madrid, Manchester United, Bayern de Munique e Juventus. Elas são feitas de poliéster 100% reciclado, que incorpora plástico marinho interceptado antes de atingir as áreas costeiras das Ilhas Maldivas, pequeno país da Ásia. 

As malhas possuem na parte de trás da gola a mensagem "For the oceans" ("Pelos oceanos"), tendo como referência o programa Parley for the Oceans, que visa retirar plástico dos oceanos. Cada camisa possui um efeito gráfico único, com o emblema do clube e o logotipo da Adidas bordados no peito.

Divulgação
[]
Divulgação
[]
Divulgação
[]
Divulgação
[]

As novidades estarão disponíveis para compra no Brasil a partir de janeiro: R$ 229 versão adulta e R$ 199 versão infantil, sendo encontradas no site da Adidas (http://adidas.com.br/) e nas lojas físicas da marca alemã pelo país.

São Paulo e Under Armour rompem contrato; veja o motivo

João Gabriel, do ESPN.com.br
Veja o ano do São Paulo de através do comportamento dos torcedores: da empolgação com Ceni ao medo do rebaixamento

São Paulo e a fornecedora Under Armour não são mais parceiros. 

Segundo apurou o ESPN.com.br, clube e empresa acertaram o fim da parceria ainda no mês de outubro.

"Essa rescisão aconteceu há  mais de um mês e meio. Só  esperaram o Campeonato Brasileiro acabar para divulgar", disse uma fonte do clube.

Na última quinta-feira, o jornal O Estado de S. Paulo também confirmou a saída da companhia de vez.

A ideia de rescindir o contrato que originalmente iria até 2019 partiu da Under Armour.  

Segundo informações recebidas pela reportagem, a companhia norte-americana "não gostou dos rumos e da forma de exposição da marca" por parte do São Paulo, optando por encerrar o contrato muito tempo antes do previsto. 

Maurício Barros analisa Raí como diretor de futebol do São Paulo: 'Está muito mais capacitado do que seu antecessor'

A multinacional também estava insatisfeita com os números de vendas de uniformes. 

Reprodução/São Paulo
Contrato com a UA iria até 2019
Contrato com a UA iria até 2019

O clube, por sua vez, diz que a empresa atrasou pagamentos e vinha falhando na distribuição de produtos.

O contrato entre as partes valia R$ 15 milhões/ano em dinheiro, mais R$ 12 milhões/ano em materiais esportivos. 

Raí aceita convite para comandar o futebol do São Paulo; veja a opinião de Paulo Calçade

No acordo de rescisão, porém, ficou determinado que o São Paulo poderá vestir camisas da Under Armour até junho de 2018, enquanto negocia com uma nova fornecedora. Adidas, Umbro e Penalty já foram procuradas pelo clube paulista, mas por enquanto nenhuma proposta agradou a diretoria tricolor.

Procurada, a Under Armour disse em comunicado que "não comenta assuntos contratuais ou qualquer eventual negociação" com o São Paulo.

Grêmio mostra como será a camisa do Mundial de Clubes; veja as modificações impostas pela Fifa

Francisco De Laurentiis, do ESPN.com.br
Renato Gaúcho reforça mentalidade vencedora no Grêmio e promete: 'Vamos tentar trazer mais esse caneco'

O Grêmio mostrou nesta sexta-feira, através de seu vice-presidente, Odorico Roman, como será a camisa que será utilizada no Mundial de Clubes da Fifa. 

Em sua conta no Twitter, o dirigente postou fotos do atacante Luan e do zagueiro Geromel vestindo o manto que irá desfilar nos gramados dos Emirados Árabes nos próximos dias.

Por imposição da Fifa, o uniforme gremista teve que passar por algumas modificações. Os patrocinadores secundários, por exemplo, foram todos removidos, restando apenas a marca do banco Banrisul, que teve seu logotipo reduzido para se adequar ao padrão. O símbolo da fornecedora Umbro também teve que ser diminuído no peito. 

Promessa de família e muita confiança: os torcedores do Grêmio que irão apoiar o time em Abu Dhabi

Nas costas, por sua vez, há apenas nome e número de cada atleta, sem patrocínios.

Nos dias de jogos, a camisa ainda terá número na parte da frente e um patch da Fifa para o Mundial de Clubes, que todas as equipes do torneio têm que usar.

Reprodução/Twitter
[]
Reprodução/Twitter
[]

Depois, o "Imortal" postou fotos melhores das camisas 1 e 2 do Mundial.

LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA
[]
LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA
[]

A estreia do Grêmio será na próxima terça, às 15h (de Brasília), contra o vencedor de Pachuca-MEX e Wydad Casablanca-MAR. Já a finalíssima, que pode ser contra o poderoso Real Madrid, está marcada para o próximo dia 16, de novo às 15h.

Adidas, Nike, Umbro, Under Armour, Topper... Até quando vai, e quanto vale, o ‘casamento’ de seu time com fornecedora

Francisco De Laurentiis, do ESPN.com.br

Divulgação
Flamengo tem com a Adidas um dos melhores contratos de material do país
Flamengo tem com a Adidas um dos melhores contratos de material do país

Na última terça-feira, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, revelou que a equipe alviverde segue negociando para ampliar o vínculo com a Adidas. A parceria entre a empresa alemã e a equipe alviverde é uma das mais longas do país, tendo sido iniciada em 2006, e paga R$ 20 milhões/ano ao clube do Palestra Itália. 

Entre os outros contratos dos times brasileiros, há outros bem antigos, como o da Umbro com o Atlético-PR, e outros bem mais novos, como o do Fluminense com a Under Armour e do Vitória com a Topper. Pensando nisso, o Varal ESPN mostra ao fã de esporte até quando vai o casamento de cada time da Série A com sua atual fornecedora. 

BB Debate analisa contratos de Palmeiras e Flamengo com fornecedores esportivas e debatem futuro da camisa do São Paulo

Confira na lista abaixo:

AMÉRICA-MG
FornecedoraLupo
Quando começou: 2013
Até quando vai: 2018
Quanto paga: não revelado

ATLÉTICO-MG
FornecedoraTopper
Quando começou: 2017
Até quando vai: 2021
Quanto paga: cerca de R$ 13 milhões/ano

ATLÉTICO-PR
Fornecedora: Umbro
Quando começou: 1997
Até quando vai: 2017
Quanto paga: cerca de R$ 5 milhões/ano

BAHIA
FornecedoraUmbro
Quando começou: 2016
Até quando vai: 2018
Quanto paga: não divulgado

BOTAFOGO
FornecedoraTopper
Quando começou: 2016
Até quando vai: 2019
Quanto paga: cerca de R$ 13 milhões/ano

CEARÁ
FornecedoraTopper
Quando começou: 2016
Até quando vai: 2019
Quanto paga: não divulgado

CHAPECOENSE
FornecedoraUmbro
Quando começou: 2010
Até quando vai: 2018
Quanto paga: não divulgado

CORINTHIANS
FornecedoraNike
Quando começou: 2003
Até quando vai: 2025
Quanto paga: cerca de R$ 30 milhões/ano

CRUZEIRO
FornecedoraUmbro
Quando começou: 2016
Até quando vai: 2019
Quanto paga: não divulgado

FLAMENGO
FornecedoraAdidas
Quando começou: 2013
Até quando vai: 2023
Quanto paga: cerca de R$ 37 milhões/ano 

BB Debate analisa contratos de Palmeiras e Fla com fornecedores e debatem futuro da camisa do São Paulo

FLUMINENSE
FornecedoraUnder Armour
Quando começou: 2017
Até quando vai: 2020
Quanto paga: não divulgado

GRÊMIO
FornecedoraUmbro
Quando começou: 2015
Até quando vai: 2018
Quanto paga: cerca de R$ 17 milhões/ano

INTERNACIONAL
FornecedoraNike
Quando começou: 2012
Até quando vai: 2019
Quanto paga: cerca de R$ 15 milhões/ano

PALMEIRAS
FornecedoraAdidas
Quando começou: 2006
Até quando vai: 2018
Quanto paga: cerca de R$ 20 milhões/ano

PARANÁ CLUBE
FornecedoraTopper
Quando começou: 2016
Até quando vai: 2019
Quanto paga: não divulgado

SANTOS
FornecedoraUmbro
Quando começa: 2018
Até quando vai: 2020
Quanto paga: cerca de R$ 8 milhões/ano

SÃO PAULO
FornecedoraUnder Armour
Quando começa: 2015
Até quando vai: 2019
Quanto paga: cerca de R$ 27 milhões/ano 

'O São Paulo conversa de forma oficial com duas empresas: Adidas e New Balance', diz Nicola

SPORT
FornecedoraAdidas
Quando começa: 2014
Até quando vai: 2017
Quanto paga: não divulgado

VASCO
FornecedoraUmbro
Quando começa: 2014
Até quando vai: 2017
Quanto paga: cerca de R$ 16 milhões/ano

VITÓRIA
FornecedoraTopper
Quando começa: 2017
Até quando vai: 2021
Quanto paga: não divulgado

mais postsLoading