Momento histórico do futebol brasileiro, CBF?

Sálvio Spinola, especial para o ESPN.com.br
Friedemann Vogel/Getty Images
Marcelo Aparecido de Souza será o árbitro de Corinthians e Botafogo-SP
Arbitragem do futebol brasileiro terá seguro de vida, mas a lei já pedia isso há muito tempo

Segundo a CBF, trata-se de um momento histórico no futebol brasileiro o fato de terem contratado seguro de vida aos árbitros. Veja aqui.

Mas, esqueceu a CBF que ela estava descumprindo a lei.

O Estatuto do Torcedor, lei federal, já obriga as entidades a contratarem seguro de vida aos árbitros há muitos anos.

Art. 31-A. É dever das entidades de administração do desporto contratar seguro de vida e acidentes pessoais, tendo como beneficiária a equipe de arbitragem, quando exclusivamente no exercício dessa atividade. (Incluído pela Lei nº 12.299, de 2010).

CBF, os árbitros precisam de melhores condições de trabalho, independente da exigência legal.

Novas regras e a 1ª rodada do Brasileiro: veja as polêmicas do final de semana

ESPN.com.br

Palmeiras 4 x 0 Vasco

Sálvio diz que não marcaria o 1º pênalti a favor do Palmeiras: 'Não é um movimento de alavanca'

Flamengo 1 x 1 Atlético-MG

Carlos César caído, árbitro mandando seguir, e Everton e Rafael Carioca amarelados; Sálvio analisa

Fluminense 3 x 2 Santos

Imprudência de Jean Mota e lance acidental; Sálvio analisa polêmicas de Flu x Santos

Criciúma 1 x 2 Santa Cruz

Lateral ex-Palmeiras tem lesão assustadora; Sálvio comenta lance: 'Foi conduta violenta'

Londrina 0 x 3 Internacional

Bloqueio em pênalti e super-invasão na cobrança: Sálvio analisa arbitragem de Londrina x Inter

Avaí 0 x 0 Vitória

Sálvio analisa lance de 'muito pênalti' não marcado para o Avaí: 'Não vai na bola'

Novas regras

Sálvio explica orientação para trabalho de gandulas e diz: 'São Paulo não levaria esse gol no Morumb
Punição ao goleiro que avança no pênalti e mais: Sálvio explica novas regras no futebol

Pênalti absurdo ou árbitro está correto?

Sálvio Spinola, especial para o ESPN.com.br

Um lance inusitado em Portugal aconteceu neste domingo. Pênalti para o Academica que decidiu o jogo. Preste atenção na jogada abaixo. 

Em recente mudança na regra do futebol, qualquer jogador ou integrante da comissão técnica que estiver fora de campo vir a tocar a bola é falta, e não mais bola ao chão, como era antigamente.

Como o jogador estava se aquecendo atrás do gol e, antes da bola sair, toca a bola com o pé, é falta. Por ser dentro da área, é pênalti. Independentemente da mão na bola, é pênalti. O fato de tocar na bola já configura a falta.

Pênalti absurdo? Não, acertou o árbitro por estar atualizado com as mudanças nas regras.

Agressão de Pottker, possíveis pênaltis e confusão; Sálvio analisa as polêmicas da rodada

ESPN.com.br
  • Ponte Preta 0 x 3 Corinthians
Sálvio analisa arbitragem em Ponte x Corinthians e destaca agressão de Pottker
  • Fluminense 0 x 1 Flamengo
Pênalti para o Fla? Falta dentro ou fora da área? Sálvio analisa polêmicas no clássico carioca
  • Cruzeiro 0 x 0 Atlético-MG
Foi pênalti em Arrascaeta? E a falta em Victor? Salvio analisa arbitragem do clássico mineiro
  • Internacional 2 x 2 Novo Hamburgo
Salvio analisa reclamação de pênalti do Inter na final do Gaúcho; veja
  • Bahia 2 x 0 Vitória
Confusão no fim do Ba-Vi! O que a arbitragem deve fazer? Sálvio explica
mais postsLoading