Paulo Vinícius Coelho

Paulo Vinícius Coelho

Jornalista desde os 18 anos e de 2000 até 2014 foi comentarista dos canais ESPN. Tem mais tempo de profissão do que tinha de vida, quando começou a trabalhar

Quinze anos desde que o telefone tocou e era o José Trajano. É apenas a hora de sair de casa

Paulo Vinicius Coelho

José Trajano me telefonou em novembro de 1999 e mudou minha vida. O convite era para comentar a Copa da África de 2000. "Depois a gente vê como a coisa anda, negão!" Na época, eu assinava com o Lédio Carmona uma coluna sobre futebol internacional no LANCE! O Trajano lia e gostava.


Já tinha feito participações em 1999 no Futebol no Mundo e no Bola da Vez. Comecei a fazer transmissões e depois programas. "Prorrogação", com o Amigão após as rodadas do Brasileirão. O Sportscenter Meio Dia, com a Soninha e o Paulo César Vasconcellos... Linha de Passe com o Milton Leite, depois com o Palomino, com o Paulo Andrade.

Putz! Quanta gente legal. Aprendi com o Plihal, o Cledi, o André Kfouri, Palomino, Renata Netto, João Simões, Mauro Cezar, amigo desde a redação de Placar. Aprendi com quem você conhece do vídeo e com quem me conhece na tela. Aprendi que há uma coisa que distingue a ESPN de todos os outros lugares: o fã de esportes.

Aprendi tanto e até hoje não sou um cara de TV, mas um jornalista de revista que põe conteúdo em todas as mídias.

Se as pessoas ainda acham estranho quando eu digo isto é porque minha cara virou a ESPN.
Minha cara, não.
Minha casa!

"Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar..." Nem o Renato Russo nem a Cássia Eller são para sempre.
Nem eu na ESPN.

Cobri três finais de Copas do Mundo, nove decisões de Champions League, é hora de ir. A decisão é minha.

Impossível dizer o que será de mim. Possível apenas saber que sigo minha vida de colunista na Folha de S. Paulo aos domingos e segundas-feiras. E que vou sentir uma falta desgraçada de vocês todos.

Darei notícias.

Pela primeira vez, pior defesa do Brasileirão não foi rebaixada para a Série B

Paulo Vinicius Coelho

O Palmeiras terminou o Brasileirão com 59 gols sofridos, três a mais do que o Criciúma, cinco a mais do que o Vitória, 11 a mais do que o Botafogo, 16 a mais do que o Bahia. Os quatro times rebaixados sofreram menos gols do que o Palmeiras, o primeiro clube a sobreviver ao rebaixamento na era dos pontos corridos tendo a defesa mais vazada da temporada.

A estatística não é inédita na comparação com o tempo dos mata-matas. Em 2002, último ano sem pontos corridos, o Fluminense classificou-se para as quartas-de-final com 46 gols sofridos, mesmo número do Palmeiras, rebaixado. Como o Flu sofreu cinco gols no mata-mata, terminou como a defesa mais vazada e não rebaixado.

Em 2001, o Botafogo teve a pior defesa com 51 gols e não caiu. Mas o número da campanha do Palmeiras é expressivo. Em toda a campanha, foram 12 duplas de defesa diferentes, quatro goleiros escalados e mais um no banco de reservas -- Joílson.

Não podia dar certo. 

Diretor bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro vai trabalhar no Palmeiras na campanha de reconstrução em 2015

Paulo Vinicius Coelho

O Cruzeiro já sabe que seu diretor-executivo, Alexandre Mattos, tem convite. Também sabe de onde. Em março de 2012, Mattos deixou o América para aceitar convite do Vitória, mas, no meio do caminho, recebeu uma ligação do presidente Gilvan de Pinho Tavares. O Cruzeiro tinha escolhido seu nome para mudar o rumo da equipe, que só escapou do rebaixamento na última rodada de 2011, ao vencer o Atlético Mineiro por 6 x 1.

Coincidentemente o adversário do Palmeiras na final contra o rebaixamento em 2014 é o Atlético... Paranaense. Faltam detalhes para acertar a oferta salarial e para tratar da autonomia que o diretor executivo terá. Paulo Nobre já entendeu que não pode ser ele o homem-forte do futebol.

No Cruzeiro, Alexandre Mattos foi acusado de gastar. Contratou 23 jogadores no final de 2012, dispensou 25 e montou o time bicampeão brasileiro. Sua estratégia foi atrair investidores. Gastou pouco nas compras de jogadores, um pouco mais com salários. A dívida do Cruzeiro aumentou. A do Palmeiras nos últimos dois anos também.

Mattos não vai falar sobre o assunto nos próximos dias e nem o Palmeiras. O telefone toca e não responde.

A missão de Alexandre Mattos não é fazer Paulo Nobre gastar mais. É fazê-lo aprender, no futebol, a gastar bem. O Palmeiras não precisa de um Porsche. Só precisa entender que o Porsche será mais barato do que o Fusca se o Volkswagen baratinho continuar deixando o dono na rua.

Há uma semana, Mattos tinha medo do rebaixamento do Palmeiras. Em caso de descenso, não trocaria o certo pelo duvidoso. Hoje, até isso parece ter mudado. O desafio de reerguer um gigante como o Palmeiras depois de ter feito isso com o Cruzeiro o seduz. Alexandre Mattos ainda não é o novo diretor-executivo de Paulo Nobre. Será nos próximos dias.

Informações e palpites da última rodada do Campeonato Brasileiro

Paulo Vinicius Coelho, blogueiro do ESPN.com.br
ESPN.com.br
  • Sábado, Itaquera, 16h30
  • Corinthians
  • Criciúma
  • Palpite do PVC: Corinthians
  • CORINTHIANS

    PROBLEMAS

    Gil (terceiro cartão)

    TIME PROVÁVEL (4-3-1-2)

    Cássio, Fagner, Felipe, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Elias, Petros e Renato Augusto; Malcom e Guerrero.

    TÉCNICO

    Mano Menezes

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    dvvvv

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    dvvvv

     

    CRICIÚMA

    PROBLEMAS

    Bruno Lopes (machucado, dúvida), Eduardo (machucado), Mahylson (machucado), Galatto, Paulo Baier, Gualberto, Eli Sabiá, Cortez, Martinez, Rodrigo Souza, Serginho, Rafael Costa, Roger Gaúcho, Souza, Igor, Luís Felipe (dispensados)

    TIME PROVÁVEL (4-3-1-2)

    Bruno, Maicon Silva, Joílson, Iago Maidana e Giovanni; Rafael Pereira, Barreto, Ricardinho e Roger Guedes; Gustavo e Lucca.

    TÉCNICO

    Luizinho Vieira

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    eeddd

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    eeddd

     

    CURIOSIDADE

    Ano passado, o Corinthians venceu o Criciúma por 1 x 0 em Itu, gol de Alexandre Pato. O time catarinense não enfrenta o Corinthians na cidade de São Paulo desde 2004, quando também perdeu por 1 x 0, gol de Rogério.

    ARBITRAGEM

    Dewson Fernando Freitas da Silva (PA); Cleriston Clay Barreto Rios, Márcio Gleidson Correia Dias; Antônio Denival de Morais, Rodolpho Toski Marques

  • Sábado, Orlando Scarpelli, 16h30
  • Figueirense
  • Internacional
  • Palpite do PVC: Internacional
  • FIGUEIRENSE

    PROBLEMAS

    William (expulso), Giovanni Augusto (machucado), Leandro Silva (machucado), Paulo Roberto (machucado), Marquinhos (machucado)

    TIME PROVÁVEL (4-3-1-2)

    Tiago Volpi, Yago, Thiago Heleno, Nirley e Pedroso; França, Dener, Marco Antônio e Felipe; Pablo e Marcão.

    TÉCNICO

    Argel Fucks

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    evvev

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    evvev

     

    INTERNACIONAL

    PROBLEMAS

    D’Alessandro (terceiro cartão), Fabrício (terceiro cartão), Gilberto (terceiro cartão), Jorge Henrique (machucado, dúvida), Cláudio Winck (machucado), Juan (machucado), Sasha (machucado), Muriel (machucado), Alan Patrick (machucado), Nilmar (machucado), Wellington (machucado)

    TIME PROVÁVEL (4-2-3-1)

    Alisson, Wellington Silva, Ernando, Alan e Alan Rushel; Williams e Aránguiz; Alex, Valdivia e Taiberson; Rafael Moura.

    TÉCNICO

    Abel Braga

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    vvved

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    vvved

     

    CURIOSIDADE

    Argel Fucks foi revelado pelo Internacional e foi campeão gaúcho em 1992, 1993 e 1994.

    ARBITRAGEM

    Marielson Alves Silva (BA); Alessandro Rocha de Matos, Luiz Carlos Silva Teixeira; Edmundo Alves do Nascimento, Jefferson Schmidt

  • Domingo, Allianz Parque, 17h
  • Palmeiras
  • Atlético Paranaense
  • Palpite do PVC: Palmeiras
  • PALMEIRAS

    PROBLEMAS

    Leandro (machucado), Alione (expulso), Bruno César (expulso), Valdivia (machucado, dúvida)

    TIME PROVÁVEL (4-2-3-1)

    Fernando Prass, João Pedro, Lúcio, Nathan e Victor Luís; Marcelo Oliveira e Renato; Wesley, Valdivia e Mazinho; Henrique.

    TÉCNICO

    Dorival Júnior

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    ddddd

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    ddddd

     

    ATLÉTICO PARANAENSE

    PROBLEMAS

    Marcelo (machucado), Gustavo (machucado, dúvida), Suéliton (machucado), Hernani (terceiro cartão), Deivid (machucado),  Natanael (poupado), Bady (poupado), Cléo (poupado)

    TIME PROVÁVEL (4-3-1-2)

    Wéverton, Mário Sérgio, Dráusio, Léo Pereira e Olaza; Otávio, Paulinho Dias, Nathan e Marcos Guilherme; Delatorre e Douglas Coutinho.

    TÉCNICO

    Claudinei Oliveira

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    vvedv

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    vvedv

     

    CURIOSIDADE

    Se perder a partida, o Palmeiras chegará à sexta derrota seguida. Em 2001, passou sete jogos seguidos perdendo. Nas campanhas do rebaixamento, não.

    ARBITRAGEM

    Leandro Pedro Vuaden (RS); Marcelo Bertanha Barison, José Antônio Chaves Franco Filho; Francisco de Paula dos Santos Silva Neto, Diego Almida Real

  • Domingo, Barradão, 17h
  • Vitória
  • Santos
  • Palpite do PVC: Vitória
  • VITÓRIA

    PROBLEMAS

    Escudero (expulso), Dinei (terceiro cartão), Luiz Gustavo (machucado), Wilson (machucado), William Henrique (machucado), Nino (machucado)

    TIME PROVÁVEL (4-2-3-1)

    Gatito Fernández, Ayrton, Kadu, Ednei e Mansur; Neto Coruja e José Wellison; Vinícius, Marcinho e Richarlyson; Edno.

    TÉCNICO

    Ney Franco

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    ddevd

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    ddevd

     

    SANTOS

    PROBLEMAS

    Robinho (machucado), Arouca (machucado), Rildo (machucado), Leandrinho (machucado)

    TIME PROVÁVEL (4-2-3-1)

    Aranha, Daniel Guedes, Edu Dracena, David Braz e Caju; Alisson e Renato; Gabriel, Lucas Lima e Thiago Ribeiro; Leandro Damião.

    TÉCNICO

    Enderson Moreira

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    vdedd

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    vdedd

     

    CURIOSIDADE

    O Santos não vence o Vitória no Barradão desde 2004, quando ganhou por 2 x 1.

    ARBITRAGEM

    Ânderson Daronco (RS); Fábio Pereira, Rafael da Silva Alves; Jean Pierre Gonçalves Lima, Márcio Brum Coruja

  • Domingo, Couto Pereira, 17h
  • Coritiba
  • Bahia
  • Palpite do PVC: Coritiba
  • CORITIBA

    PROBLEMAS

    Hélder (emprestado pelo Bahia), Rosinei (machucado), Wellinton (machucado)

    TIME PROVÁVEL (3-4-1-2)

    Vanderlei, Norberto, Leandro Almeida, Luccas Claro e Carlinhos; Germano e Robinho; Dudu, Alex, Joel; Zé Love.

    TÉCNICO

    Marquinhos Santos

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    vvedv

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    vvedv

     

    BAHIA

    PROBLEMAS

    Lincoln (emprestado pelo Coritiba), Fahel (terceiro cartão), Kieza (machucado)

    TIME PROVÁVEL (4-3-1-2)

    Marcelo Lomba, Galhardo, Lucas Fonseca, Titi e Pará; Feijão, Rafael Miranda, Bruno Paulista e Guilherme Santos; William Barbio e Henrique.

    TÉCNICO

    Charles Fabian

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    vdvdd

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    vdvdd

     

    CURIOSIDADE

    Jogo marca a despedida de Alex e isso pode fazer até os lesionados pedirem para jogar pelo Coritiba. Bahia foi rebaixado da última vez perdendo por 7 x 0 para o Cruzeiro, em 2003.

    ARBITRAGEM

    Marcelo de Lima Henrique (RJ); Rodrigo Henrique Corrêa, Luiz Cláudio Regazone; Émerson Luiz Sobral, Antônio de Carvalho Schneider

  • Domingo, Mineirão, 17h
  • Cruzeiro
  • Fluminense
  • Palpite do PVC: Empate
  • CRUZEIRO

    PROBLEMAS

    Fábio (machucado), Mayke (machucado, dúvida), Ceará (machucado), Dedé (machucado), Henrique (machucado), Alisson (machucado)

    TIME PROVÁVEL (4-2-3-1)

    Elisson, William Farias, Léo, Manoel e Egídio; Nilton e Lucas Silva; Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e William; Marcelo Moreno.

    TÉCNICO

    Marcelo Oliveira

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    edvvv

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    edvvv

     

    FLUMINENSE

    PROBLEMAS

    Bruno (machucado), Rafinha (machucado), Marlon (terceiro cartão), Fabrício (machucado)

    TIME PROVÁVEL (4-2-3-1)

    Diego Cavalieri, Diguinho, Mattis, Elivélton e Chiquinho; Valencia e Édson; Conca, Wagner e Sóbis; Fred.

    TÉCNICO

    Cristóvão Borges

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    vedvd

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    vedvd

     

    CURIOSIDADE

    Em 2003, o Fluminense foi o adversário do Cruzeiro no Mineirão no primeiro jogo após o título brasileiro ser confirmado.

    ARBITRAGEM

    Raphael Claus (SP); Marcos Rogério da Silva, Márcia Bezerra Lopes Caetano; Felipe Duarte Varejão, Paulo Henrique de Melo Salmazio

  • Domingo, Arena do Grêmio, 17h
  • Grêmio
  • Flamengo
  • Palpite do PVC: Grêmio
  • GRÊMIO

    PROBLEMAS

    Geromel (expulso)

    TIME PROVÁVEL (4-2-3-1)

    Marcelo Grohe, Pará, Rhodolgo, Bressan e Zé Roberto; Wallace e Felipe Bastos; Ramiro, Luan, Dudu; Barcos.

    TÉCNICO

    Luiz Felipe

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    dddvv

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    dddvv

     

    FLAMENGO

    PROBLEMAS

    Paulo Victor (férias), Leonardo Moura (férias), Wallace (férias), Éverton (férias), Victor Cáceres (férias), Márcio Araújo (férias), Canteros (férias), Nixon (férias)

    TIME PROVÁVEL (4-3-1-2)

    César, Léo, Marcelo, Erazo e João Paulo; Amaral e Muralha; Luís Antônio, Mugni; Arthur e Elton.

    TÉCNICO

    Vanderlei Luxemburgo

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    vedve

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    vedve

     

    CURIOSIDADE

    No primeiro turno, vitória do Grêmio por 1 x 0.

    ARBITRAGEM

    Luiz Flávio de Oliveira (SP); Márcio Luiz Augusto, Ângelo Rudimar Bechi; Edmundo Alves do Nascimento, Jefferson Schmidt

  • Domingo, Serra Dourada, 17h
  • Goiás
  • Chapecoense
  • Palpite do PVC: Goiás
  • GOIÁS

    PROBLEMAS

    Jackson (expulso), Amaral (terceiro cartão), Tiago Mendes (expulso), Samuel (terceiro cartão), Pedro Henrique (machucado)

    TIME PROVÁVEL (4-2-3-1)

    Renan, Tiago Real, Alex Alves, Felipe Macedo e Felipe Saturnino; Rodrigo, David; Wellington Júnior, Ramon e Esquerdinha; Erik.

    TÉCNICO

    Ricardo Drubscky

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    ddddv

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    ddddv

     

    CHAPECOENSE

    PROBLEMAS

    Danilo (machucado), Rodrigo Biro (machucado)

    TIME PROVÁVEL (4-3-1-2)

    Sílvio, Ednei, Jaílton, Danny Morais e Jussandro; Wânderson, Abuda, Dedé e Hyoran; Tiago Luís e Bruno Rangel.

    TÉCNICO

    Celso Rodrigues

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    evvdd

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    evvdd

     

    CURIOSIDADE

    A Chapecoense nunca enfrentou o Goiás em Goiânia pelo Brasileirão.

    ARBITRAGEM

    Flávio Feijó de Omena (AL); Jackson Massarra dos Santos, Adson Márcio Lopes Leal; Arnoldo Vasconcelos Figarela, Alisson Sidnei Furtado

  • Domingo, Mané Garrincha, 17h
  • Botafogo
  • Atlético Mineiro
  • Palpite do PVC: Atlético Mineiro
  • BOTAFOGO

    PROBLEMAS

    Júnior César (terceiro cartão)

    TIME PROVÁVEL (4-3-1-2)

    Jéfferson, Régis, Dankler, André Bahia e Fabiano; Marcelo Mattos, Aírton e Gabriel; Yuri Mamute; Murilo e e Bruno Corrêa.

    TÉCNICO

    Vagner Mancini

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    ddddd

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    ddddd

     

    ATLÉTICO MINEIRO

    PROBLEMAS

    Nenhum

    TIME PROVÁVEL (4-2-3-1)

    Giovanni, Alex Silva, Tiago, Rever e Pedro Botelho; Pierre e Josué; Marion, Eduardo e Carlos; Dodô.

    TÉCNICO

    Levir Culpi

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    dvdve

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    dvdve

     

    CURIOSIDADE

    Levir Culpi foi o técnico do acesso do Botafogo na Série B de 2003.

    ARBITRAGEM

    Manoel Nunes Lopo Garrico (BA); Lincoln Ribeiro Taques, Risley Pinheiro Martins; Rodrigo Batista Raposo, Rafael Martins Diniz

  • Domingo, Arena Pernambuco, 17h
  • Sport
  • São Paulo
  • Palpite do PVC: Sport
  • SPORT

    PROBLEMAS

    Felipe Azevedo (machucado)

    TIME PROVÁVEL (4-2-3-1)

    Magrão, Patric, Éwerthon Páscoa, Durval e Renê; Rithelly e Rodrigo Mancha; Danilo, Diego Souza e Mike; Joeliton.

    TÉCNICO

    Eduardo Baptista

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    eevve

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    eevve

     

    SÃO PAULO

    PROBLEMAS

    Álvaro Pereira (terceiro cartão), Ganso (terceiro cartão), Kaká (poupado), Rogério (poupado), Maicon (machucado) e Luís Fabiano (machucado)

    TIME PROVÁVEL (4-2-3-1)

    Denis, Auro, Rafael Tolói, Édson Silva e Reinaldo; Denílson e Souza; Alan Kardec, Boschillia e Michel Bastos; Pato.

    TÉCNICO

    Muricy Ramalho

    ÚLTIMOS 5 JOGOS DO BRASILEIRÃO

    evvve

    ÚLTIMOS 5 JOGOS GERAIS

    evvdv

     

    CURIOSIDADE

    Eduardo Baptista era menino e acompanhava Nelsinho Baptista, seu pai, quando lateral-direito do São Paulo.

    ARBITRAGEM

    Wagner Reway (MT); Danilo Ricardo Simon Manis, Eduardo Gonçalves da Cruz; Wagner dos Santos Rosa, Renan Roberto de Souza

Copa Libertadores 2015. Agora a medalha de bronze do Brasileirão vale ouro

Paulo Vinicius Coelho

As partidas de sábado do Brasileirão entre Corinthians e Criciúma, Figueirense e Internacional, ganharam importância extra depois do sorteio dos grupos da Libertadores, ontem em Assunção. Fazer a pré-Libertadores contra Independiente de Medellín, Independiente de Santa Fé ou Once Caldas já não é fácil.

Mas sair desse mata-mata para jogar a fase de grupos com São Paulo, San Lorenzo e Danubio é muito mais difícil. O que singifica que o Internacional tem de vencer o Figueirense, em Florianópolis. Lembre-se de que o Figueira venceu o Inter no Beira Rio no primeiro turno. O Corinthians tem de ganhar do Criciúma e escolher o técnico o mais rapidamente possível.

A medalha de bronze do Brasileirão agora vale ouro. Ser terceiro colocado significará um grupo com Emelec, Monarcas ou The Strongest e um representante do Chile. Nadal mal, comparado com o grupo da morte, com San Lorenzo, São Paulo e Danubio, campeão uruguaio da temporada 2013/14.

O San Lorenzo jogou pessimamente o Tornemio Apertura e ocupa a 11a posição a uma rodada do fim. Mas isso aconteceu com a manutenção do time campeão da Libertadores e com os jogadores preocupados com o Mundial de Clubes, com estréia marcada para o dia 17 de dezembro.

Bom mesmo é terminar em terceiro lugar o Brasileirão e ter vida aparentemente mais fácil no começo da campanha da Libertadores. 

 

mais postsLoading
Publicidade