Jornal satírico francês vítima de atentado faz charge com xeique 'parindo' Neymar

ESPN.com.br


Uma das publicações mais controversas da Europa, o jornal satírico francês Charlie Hebdo colocou Neymar em sua capa nesta semana.

De uma maneira, digamos, polêmica.

Em uma charge com o título "Evento feliz no PSG", o atacante brasileiro - contratação mais cara da história do futebol, 222 milhões de euros (R$ 821 milhões) - aparece sendo "parido" por um xeique árabe em referência ao dinheiro utilizado para a transação.

A novela continua: entenda por que Neymar ainda não pode estrear pelo Paris Saint-Germain
Afinal, o Paris Saint-Germain é controlado pela Oryx Qatar Sports Investments, cujo presidente é o bilionário catari Nasser Al-Khelaifi.

No editorial, o Charlie Hebdo ironiza a transferência de Neymar para o PSG.

"Neymar chegou. Neymar está aqui. Neymar está na França? Quem é Neymar? Os fãs de futebol não entendem por que nós fazemos essa questão", começou o semanário, cuja redação foi alvo de ataque terrorista em 2015 após polêmicas capas em que ironizava o Islamismo.

Golaço de cobertura, passe de letra, assistência para Lucas e mais: Neymar arrebenta em treino do PSG

"222 milhões por uma transferência. É verdade que isso não é nada. De onde veio esse dinheiro? Do clube que comprou Neymar. Quem deu esse dinheiro a esse clube?", questiona o Charlie Hebdo.

Dembélé apaga nome do Dortmund de perfil em rede social, e Barcelona envia comitiva para levá-lo

Olha Isso
Reprodução - Instagram
Dembélé mudou a descrição do perfil no Instagram
Dembélé mudou a descrição do perfil no Instagram

Com a saída de Neymar para o Paris Saint-Germain, o Barcelona trabalha em duas frentes para substituir o craque brasileiro no Camp Nou: Philippe Coutinho, que já avisou ao Liverpool que pretende sair, e o francês Ousmane Dembélé, do Borussia Dortmund.

O jovem jogador de 20 anos é sonho de consumo dos catalães, que, conforme a imprensa local, enviou representantes até a Alemanha para negociar a sua contratação. No aguardo de um acordo entre as partes, ele deu um sinal de pode estar de saída do Dortmund: apagou o nome do clube de seu perfil oficial no Instagram, na manhã desta terça-feira.

O Barça quer fechar a contratação de Dembélé até o fim desta semana.

Ele foi revelado pelo Rennes e tem contrato até 2021.

Já viu um cheque de R$ 821 milhões? O que supostamente pagou Neymar está na internet; veja

ESPN.com.br

EXCLUSIVA: Neymar explica por que seu pai não o apoiou no 1º momento e admite: 'É a temporada mais importante para mim'

Objeto cada vez mais raro em nosso cotidiano, os cheques estão caindo em desuso.


Contudo, uma foto que circula na internet indica que talvez seja o dono do Paris Saint-Germain, Nasser Ghanim Al-Khelaifi, um saudosista.

Isso porque surgiu, nesta sexta feira nas redes sociais, o que seria o suposto cheque usado pelo PSG para pagar por Neymar. Isso mesmo, nada de malotes cheios de notas altas ou transações feitas por aplicativos de celular; o craque brasileiro teria sido pago em cheque.

Data: 1º de agosto; banco: Qatar National Bank; endereçado a: Futbol Club Barcelona; valor: 222 milhões de euros; essas são as informações contidas na imagem.

Reprodução
O suporto cheque do PSG ao Barcelona
O suporto cheque do PSG ao Barcelona

Trocando a Espanha pela França, Neymar se tornou a transação mais cara da história, no valor de R$ 821 milhões - mais que o dobro pago na então transação mais alta, a de Pogba para o Manchester United (R$ 439 mi).

Em tempos cada vez mais virtuais, seria no mínimo curioso o fato do PSG ter usado um cheque para comprar o jogador mais valioso de todo o futebol.

Presidente do PSG relata negociação ‘complicada’ por Neymar e descarta preocupação com Fair Play Financeiro

E para piorar, também foi por uma outra folha de papel que Neymar não estreou pelo novo clube já neste sábado: sua documentação não teria chegado a tempo para que o atleta fosse liberado para jogar.

Neymar esquece nome de primeiro rival pelo PSG, e time tira sarro nas redes sociais

Olha Isso

Neymar elogia Ligue 1 e fala em busca de títulos: 'Não tem nada fácil, é um desafio muito grande'

Em sua primeira entrevista como novo jogador do Paris Saint-Germain, nesta sexta-feira, o atacante Neymar se disse pronto para entrar em campo já neste sábado, contra o Amiens, às 12h15 (horário de Brasília), pela 1ª rodada da Ligue 1  - a ESPN Brasil e o WatchESPN exibem a partida ao vivo


No entanto, na hora de dizer o nome do primeiro rival pelo PSG, o craque brasileiro se enrolou todo e não lembrou o nome da equipe adversária.

"Eu quero jogar amanhã contra... Contra  o clube que vem jogar amanhã no Parque dos Príncipes contra nós", disse o brasileiro, na coletiva.

O pequenino Amiens, porém, não se ofendeu e levou tudo na brincadeira. 

Em seu Twitter, o clube da cidade de 135 mil habitantes, que disputará a Ligue 1 pela primeira vez em sua história nesta temporada, postou a frase de Neymar e deixou os internautas se divertirem nos comentários.


"Vamos usar a tática 9-1-1 e voltar com um ponto de Paris", disse um torcedor, que arrancou resposta de um fã do PSG: "Nos EUA, 911 é o número usado para chamar a ambulância. Talvez o Amiens precise fazer isso amanhã", divertiu-se. 

'É um novo desafio', Neymar fala pela primeira vez como jogador do PSG

"Será que a gente pode jogar com 12 em campo amanhã?", brincou outro internauta, preocupado com uma possível goleada no Parque dos Príncipes.

Técnico de time que não conseguiu contratar Rodrigo Caio brinca que tentou tirar Neymar do Barça: 'Infelizmente, o PSG chegou antes'

ESPN.com.br
Neymar chega ao Barcelona para se despedir de colegas

Em coletiva nesta quarta-feira, o técnico do Zenit, o italiano Roberto Mancini, disse que a equipe tentou contratar o atacante Neymar, do Barcelona, na atual janela de transferências, mas acabou perdendo a concorrência para o Paris Saint-Germain - na entrevista, ele não disse se a frase era séria ou se era apenas brincadeira. 

Mancini soltou a pérola enquanto respondia sobre as várias contratações recentes de atletas sul-americanos feitas pelo clube de São Petersburgo. Foram quatro argentinos: Leandro Paredes, Emanuel Mammana, Sebastián Driussi e Emiliano Rigoni.

"Não há nada de diferente nisso. Muitos clubes compram jogadores da América Latina muitos clubes contratam jogadores brasileiros na janela de transferências... Tivemos a oportunidade de contratar alguns jovens, promissores e talentosos jogadores. Foi só uma coincidência que a maioria deles é da Argentina", disse Mancini, ex-comandante de clubes como Manchester City e Inter de Milão.

"Nós também queríamos ter contratado Neymar, mas, infelizmente, o Paris Saint-Germain chegou antes e o levou", completou o italiano, sem dar risada.

Minutos depois, porém, o Zenit usou um emoji de risada para dizer em suas redes sociais que tudo foi apenas uma brincadeira do técnico.  

Afinal de contas, os russos precisariam de 222 milhões de euros (R$ 821 milhões) para pagar a multa rescisória do craque do Barcelona, algo que seria bem complicado, visto que a equipe celeste recentemente não conseguiu contratar o zagueiro Rodrigo Caio, do São Paulo, por 14 milhões de euros (R$ 52 milhões). 

Rafa Oliveira escala base do PSG e mostra opções com Neymar: ‘Mais liberdade’

Para o PSG, porém, bancar a multa não será problema: o empresário de Neymar, Wagner Ribeiro, já confirmou que o pagamento será feito pelos franceses já nesta quarta-feira, enquanto o brasileiro será apresentado neste final de semana.

mais postsLoading