Las Vegas aponta o Super Bowl mais provável e aquele que pode te deixar rico investindo pouco

ESPN.com.br
Mike Stone/Getty Images Sport
Patriots x Cowboys
Patriots e Cowboys é o favorito para os apostadores de Las Vegas

Se você tiver US$ 1 (R$ 3,27) sobrando (e não tiver medo de perdê-lo) pode tentar transformá-lo em US$ 5 mil (R$ 16,39 mil) em apenas uma aposta em Las Vegas.

O hotel-cassino Golden Nugget divulgou quanto estão pagando para cada um dos 256 possíveis confrontos no Super Bowl LII, que vai acontecer em Minessota, no dia 3 de fevereiro. Enquanto Patriots e Cowboys aparece como o favorito dos apostadores, um encontro entre Jets e 49ers é o menos provável, devolvendo 5 mil vezes aquilo que for apostado.

Atual campeão, o New England Patriots aparece como representante da AFC nos três confrontos mais apostados, pagando 7 para 1 no encontro com Dallas, 8 para 1 contra Green Bay e 10 para 1 no reencontro com o Atlanta Falcons, na que seria a revanche do Super Bowl LI.

Marshawn Lynch sai driblando a defesa em treino dos Raiders; veja

A Football Power Index, da ESPN, também fez suas simulações e aponta New England como favorito na AFC, com 50,7% de chance de jogar a grande partida mais uma vez. Porém, seus cálculos apontam os Packers como prováveis adversários, com 9,48% desse confronto acontecer.

Já para a previsão de Jets e 49ers se encontrarem em Minessota, a ferramenta da ESPN não sabe dizer quais são as chances. Em 10 mil simulações feitas, este Super Bowl não aconteceu uma vez sequer.

A 100 dias da volta da NFL, 10 jogos imperdíveis da nova temporada

Rafael Belattini, para o ESPN.com.br
Maddie Meyer/Getty Images Sport
Faltam 100 dias para a abertura da temporada, que mais uma vez será no Gillette Stadium
Faltam 100 dias para a abertura da temporada, que mais uma vez será no Gillette Stadium

Daqui a 100 dias, Cairo Santos ou Stephen Gostkowski estarão dando o pontapé inicial para a temporada 2017 da NFL.

Ainda parece muito tempo, mas para quem espera desde a madrugada do dia 6 de fevereiro, trata-se da reta final para matar a saudades. Afinal, 115 dias já ficaram para trás.

Até por saber que é necessário aproveitar ao máximo a temporada, o torcedor fará todo o esforço para acompanhar os 256 jogos do ano. Como isso é impossível, providenciamos uma lista com os 10 jogos que merecem muita atenção.

Já vale marcar na agenda para cancelar qualquer compromisso.

  • New England Patriots x Kansas City Chiefs
  • Quinta-feira, 07 de setembro | Gillette Stadium

No dia 7 de setembro, em meio a um feriado prolongado no Brasil, não há desculpas para perder o primeiro jogo da temporada. Os Patriots vão comemorar o quinto título do Super Bowl com sua torcida, enquanto os Chiefs vão tentar "carimbar a faixa". E se o feriado é da Independência do Brasil, vale a torcida pelo brasileiro Cairo Santos, kicker do Kansas City.

  • Los Angeles Chargers x Miami Dolphins
  • Domingo, 17 de setembro | StubHub Center

Sem um novo estádio em San Diego, os Chargers se mudaram para Los Angeles. Enquanto a nova casa, em Inglewood, não ficar pronta, a equipe se acomodará no acanhado StubHub Center. Pois esta será a primeira partida no estádio que tem capacidade para apenas 30 mil torcedores, o menor da liga que, nos últimos cinco anos, não teve uma partida para menos de 50 mil expectadores.

Paulo Antunes, sobre concussões na NFL: 'Esconder e voltar para o jogo é a coisa mais normal do mundo'
  • Minnesota Vikings x New Orleans Saints
  • Domingo, 10 de setembro | U.S. Bank Stadium

Voltando à primeira semana da temporada, o primeiro Monday Night Football também é imperdível. Após 10 temporadas contando com Adrian Peterson como seu principal corredor, agora é a vez da defesa dos Vikings se preocupar com o runninng back, que assinou contrato com os Saints.

  • Kansas City Chiefs x Pittsburgh Steelers
  • Domingo, 15 de outubro | Arrowhead Stadium

Na sexta semana da temporada teremos uma revanche da semifinal da AFC da última temporada. Em janeiro, os Steelers conseguiram parar o ataque dos Chiefs em um gélido Arrowhead Stadium e garantiram a classificação para enfrentarem os Patriots, que iriam para o Super Bowl. A derrota por 18 a 16 ainda está entalada na garganta do time do Missouri, e isso é ingrediente de sobra para um grande jogo.

Ari Aguiar: 'Tom Brady maior que Michael Jordan? Pode até ser, mas NÃO vai ser...'
  • Pittsburgh Steelers x New England Patriots
  • Domingo, 17 de dezembro | Heinz Field

Na semana 7 da última temporada, os Patriots venceram os Steelers em Pittsburgh, mas Ben Roethlisberger estava fora, contundido. Na final da AFC, foi a vez de Le'Veon Bell deixar o campo logo no começo da partida, e os Patriots atropelaram.O próximo encontro está marcado para a semana 15 desta temporada. Mesmo que algumas peças estejam de fora por lesão, tem rivalidade de sobra para dois dos principais times da conferência colocarem em campo.

  • Dallas Cowboys x New York Giants
  • Domingo, 10 de setembro | AT&T Stadium

Uma das grandes rivalidades da NFL vai deixar todo mundo ligado no primeiro Sunday Night Football da temporada. Este confronto sempre merece atenção, mas existe um tempero a mais desta vez: os Giants venceram os últimos três confrontos, sendo responsáveis por duas das únicas três derrotas de Dallas na última temporada. Será que dessa vez Dak Prescott e Ezekiel Elliott vão conseguir levar a melhor sobre Eli Manning e Odell Beckham Jr.?

A pedido da ESPN, Russell Wilson leu carta para sua mãe; ele só não sabia que ela estava ouvindo
  • Atlanta Falcons x Green Bay Packers
  • Domingo, 17 de setembro | Mercedes-Benz Stadium

A despedida do Georgia Dome foi inesquecível para os Falcons, que venceram os Packers por 44 a 21 e carimbaram o passaporte para o Super Bowl LI (esse também inesquecível em Atlanta, mas de forma diferente). O reencontro das equipes será justamente na abertura do Mercedes-Benz Stadium, na segunda semana da temporada. Será que Matt Ryan dá mais um show, ou Aaron Rodgers reinicia a fama de "carrasco" que teve até a despedida da velha casa?

  • Oakland Raiders x New England Patriots
  • Domingo, 19 de novembro | Estádio Azteca

Os Raiders são outro forte candidato a acabar com a hegemonia dos Patriots. No ano passado, a contusão de Derek Carr acabou prematuramente com este projeto, mas desta vez ele terá a companhia de Marshawn Lynch, que talvez pudesse ter tirado um dos anéis da franquia de Boston no Super Bowl XLIX. A rivalidade também existe e o torcedor de Oakland não se esquece da "Tuck Rule", de 2002. Na semana 11, porém, as duas equipes vão ultrapassar a fronteira e jogarão no mítico Estádio Azteca, na Cidade do México.

Tom Brady na capa e novos efeitos visuais incríveis; assista ao trailer do Madden 18 da EA Sports
  • Atlanta Falcons x Dallas Cowboys
  • Domingo, 12 de novembro | Mercedes-Benz Stadium

As duas equipes fizeram as duas melhores campanhas da NFC na última temporada. O encontro na final da conferência, no entanto, não aconteceu graças ao Green Bay Packers e o chute certeiro no estouro do cronômetro, frustrando a torcida de Dallas. Na 10ª semana poderemos, enfim, ver como o ataque de Matt Ryan & cia lida com Prescott e Elliott.

  • New England Patriots x Atlanta Falcons
  • Domingo, 22 de outubro | Gillette Stadium

Quis o destino que Patriots e Falcons se enfrentassem logo no ano seguinte ao Super Bowl LI. A torcida dos Patriots que for à Foxboro claramente irá provocar os Falcons, que venciam a grande decisão por 28 a 3 até os instantes finais do terceiro quarto, mas permitiram a épica virada que consagrou Tom Brady como MVP do Super Bowl. As poucas mudanças nos dois elencos passam a promessa de que o confronto da semana 7 será ainda mais equilibrado. E imperdível!

Novo garoto-propaganda, Tom Brady vai também 'desenhar' carro de luxo

ESPN.com.br

A Aston Martin, fornecedora de carros para James Bond, anunciou que Tom Brady será o seu novo garoto propaganda.

Mas o quarterback do New England Patriots não irá apenas posar para fotos em frente aos cobiçados carros: ele vai desenhar um.

O camisa 12 terá um DB11, modelo lançado no ano passado e que custa a partir de US$ 211,9 mil ( R$ 696 mil), com o qual deve aparecer para os treinamentos durante a temporada. Enquanto isso, ele trabalhará com a fábrica para o lançamento de um carro exclusivo, já que apenas 12 unidades serão fabricadas.

Após o anúncio, começaram as especulações sobre qual seria o modelo criado pelo jogador. A aposta é que seja uma nova versão do DB11, que seria chamada de DB12, fazendo alusão à camisa usada pelo quarterback.

Comentarista da ESPN vê episódio de 'concussão' de Brady como algo muito negativo para NFL e Patriots

Caso isso se confirme, não será a primeira vez que Brady coloca no passado um DB11, já que tornou-se a cara do New England Patriots após mandar para o banco de reservas o antigo quarterback: Drew Bledsoe, que usava justamente o número 11.

Brady x Maldição: o último grande adversário do 'melhor de todos'?

Rafael Belattini, para o ESPN.com.br
Maldição do Madden? Brady quebra espelho para mostrar que não tem medo de estar na capa do game

Tom Brady deve pensar que pode fazer qualquer coisa e tem motivos de sobra para isso.

Foi a 199ª escolha no draft, jogou sete Super Bowls e ganhou cinco deles, sendo o último na impressionante virada após estar perdendo por 28 a 3 quando faltavam 2 minutos e 12 segundos para o fim do terceiro quarto.

Perto de completar 40 anos, ele já disse que planeja jogar mais três temporadas e, por conta de seu estilo de vida completamente regrado, ninguém ousa duvidar da possibilidade.

Agora ele vai tentar aquilo que muito consideram mais improvável do que a virada contra os Falcons: vencer a "Maldição do Madden".

Quem gosta de NFL já se cansou de ouvir dela, e a última (e, convenhamos, óbvia) vitima foi o companheiro do quarterback no New England Patriots, Rob Gronkowski.

Nos últimos anos, a EA Sports, produtora do jogo, deixou nas mãos dos fãs a escolha da capa, por meio de uma eleição.

Agora os executivos da EA devem ter percebido que era a chance ideal de um "all in", o famoso "ou vai, ou racha". Tom Brady é o nome ideal para acabar com a "escrita", ou confirmar que todos devem fugir dos convites da produtora. 

Brady perdeu os quatro primeiros jogos da última temporada, por suspensão, mas só sofreu com contusão uma vez na carreira, e é aí que o supersticioso preferia que ele tivesse evitado a capa, o espelho quebrado e a escada.

Tom Brady na capa e novos efeitos visuais incríveis; assista ao trailer do Madden 18 da EA Sports

Assim como neste ano, em 2008 teve os Patriots estreando em casa contra o Kansas City Chiefs. Brady vinha do ano quase perfeito, com a campanha de 16-0 e a derrota para os Giants no Super Bowl. Só que ele tentou apenas 11 passes antes de sofrer uma lesão que o tirou da temporada.

Como dizem, "não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem!". 

Será Brady maior do que tudo isso?

Draft termina e muitos ainda estão sem emprego, mas astros dão a dica: o final depende de você

ESPN.com.br
Veja o que de mais importante aconteceu no 1° round do Draft da NFL

Foram 253 jovens atletas que ouviram seus nomes serem chamados nos três dias de Draft da NFL, sendo o último deles Chad Kelly, QB de Ole Miss escolhido pelo Denver Broncos.

No entanto, muitos jogadores saídos das universidades ainda estão na "lista do desemprego", buscando provar que têm valor para figurarem nos elencos das 32 franquias da liga. 

Se lhes faltava motivação, dois grandes astros que já deixaram registrados seus nomes na história da NFL trataram de deixar um recado bem claro: o final da história depende de cada um deles.

Kurt Warner, eleito para o Hall da Fama do Futebol Americano no último ano, deu um exemplo pessoal, já que foi ignorado no recrutamento de 1994.

"Jovem garoto que não teve seu nome anunciado, eu não tive também, mas ele será chamado em Canton neste outono... Não é o começo que você quer, mas o final depende de você!", escreveu em sua conta no Twitter, fazendo referência à cidade onde o Hall da Fama fica, em Ohio.

Outro astro que não teve o começo de carreira dos sonhos é o quarterback Tom Brady, que acabou sendo apenas o sexto da posição selecionado em 2000, o 199º nome anunciado daquele draft.

 

#199 + #232 + 5 undrafted in the huddle = #51 🏆

Uma publicação compartilhada por Tom Brady (@tombrady) em Abr 29, 2017 às 8:27 PDT

A matemática de Brady tem ele, o 199, com Julian Edelman, nº 232 de 2009, mais cinco jogadores não draftados no grupo, resultando na conquista do Super Bowl 51, o quinto do quarterback dos Patriots.

Brady, aliás, já havia deixado uma mensagem motivacional no primeiro dia do draft. "Lembre-se: eles não medem o coração. Seja você escolhido em primeiro, último, ou nem sequer escolhido, VOCÊ decide o que acontece depois, todos os dias. Boa sorte", escreveu em suas redes sociais.

Desespero total! Veja reação de fãs do Chicago Bears após escolha no draft da NFL

Pois o recado foi dado, basta sabem quem vai ser o próximo a mostrar que os analistas dos times da NFL também erram.

mais postsLoading